O Arado de Aço Original

Senhor em pé próximo ao trailer cheio de arados originais

      

Em 1837, nosso fundador, John Deere, era um ferreiro comum verificando garfos de feno, ferraduras e outras bases para a vida na pradaria.

Então, um certo dia, uma lâmina de serra de moinho de aço quebrada deu a ele uma oportunidade. Ele conhecia bem as dificuldades exaustivas de agricultores próximos à sua casa em Grand Detour, Illinois. Durante a aragem, eles interrompiam o trabalho com frequência para raspar o solo pegajoso da pradaria de seus arados de ferro fundido. Ele idealizou que o solo deslizaria facilmente de uma placa moldada de aço altamente polida. Com a falta de aço na área, Deere adquiriu uma lâmina de serra de aço quebrada e dela elaborou um novo tipo de arado de placa moldada.

Agora, quase dois séculos depois, a empresa que cresceu do sucesso desse arado inovador continua a fabricar equipamentos avançados para aqueles cujo compromisso com a terra é profundo.

Enquanto o arado original poderia fazer somente uma fração do trabalho que agricultores poderiam resolver com o equipamento de cultivo moderno, ele era de alta tecnologia naquele tempo. O teste do curador Edward Kendall do Instituto Smithsonian de um arado John Deere de 1838 revelou material e design inovadores dos primeiros arados da Deere. O historiador Wayne Broehl, Jr. reafirmou, escrevendo que "Deere deve ter pensado muito sobre o modelo, a curva especial da sua placa de molde, para que o seu contorno exato determinasse apenas como o solo se reviraria após a ação fazer o corte".

Nas próximas duas décadas, a Deere construiu fornecimento forte e canais de distribuição, e melhorou continuamente seu produto com base nas sugestões dos clientes. Sua pesquisa teve lucros e até 1849 seu negócio floresceu – ele produziu 2.000 arados naquele ano.

Deere continuou a expandir sua operação e ele logo estava produzindo vários arados diferentes – uma propaganda de 1857 menciona nove modelos. A maioria era semelhante em design, mas diferente no tamanho ou no material. Após uma visita em 1868, um jornal de Chicago escreveu que "John Deere pode ser chamado de pioneiro, se não o pioneiro, fabricante de arados de Illinois..." A matéria concluía que "todos os fabricantes de arado o respeitam e honram por sua habilidade e sucesso e reconheceram o serviço que ele fornece à agricultura do Oeste por seus esforços".

John Deere passou parte de sua aposentadoria servindo como Prefeito de Moline e gerenciando sua Fazenda Alderney Hill em Moline. Durante sua vida, o arado manual permaneceu como o produto principal da empresa, suplementado pelo arado conduzido, semeadora de milho, carroças e mais.

Atualmente, mais de 175 anos após John Deere ter criado o arado de aço, a empresa fornece produtos e serviços avançados para aqueles cujo trabalho é vinculado à terra, incluindo algumas poucas variações modernas do arado original da John Deere.