Marcas comerciais

Marca Comercial 1876

1876

A primeira marca registrada a utilizar o cervo saltando foi registrada em 1876, apesar de os documentos de registo indicarem que a marca já era utilizada há três anos. Nesse período, a John Deere já estava sediada em Moline. A empresa produzia mais de 60.000 arados por ano, referidos normalmente como ‘Arados de Moline’, devido à localização da fábrica. Obviamente, havia a necessidade de uma marca registrada oficial. Uma marca registrada oficial era também a única proteção contra cópia e fraude.

Esta marca comercial mostra um cervo saltando sobre um tronco. É interessante o fato de esta marca registrada original apresentar um tipo de cervo comum na África. O cervo de cauda branca da América do Norte é retratado nas marcas registradas futuras.

 

Marca Comercial 1912

1912

A segunda versão da marca registada da John Deere foi utilizada em 1910 e registada em 1912. Novamente, o cervo foi mostrado saltando sobre um tronco. Entretanto, havia mais detalhes e definição naquela época. O slogan "A marca registrada de qualidade que ficou famosa graças aos bons acessórios" aparece pela primeira vez aqui, no fundo.

1936

1936

Em 1936, o comitê de padronização da empresa viu a necessidade de "adaptar melhor a marca comercial para aplicar estêncil nos produtos." Em resposta, o cervo se tornou uma silhueta sólida removendo todos os detalhes da arte anterior. Essa mudança, associada com as pernas estendidas, proporcionou um perfil mais forte e reconhecível.

Uma margem de 12 lados foi adicionada ao redor no cervo saltando e os chifres foram alterados um pouco. As palavras, "John Deere, Moline, Ill." permaneceram na mesma posição, mas ficaram um pouco mais ousadas. O slogan abaixo disso ficou inalterado.

1937

1937

Em 1937, outra marca comercial atualizada foi registrada. Essa marca, ainda mais simples. A tipografia e o cervo saltando permaneceram, mas a borda desapareceu. A John Deere estava oferecendo mais produtos do que nunca antes. Agora, havia mais locais para usar a marca comercial, o que pode ter causado a atualização. O fato que 1937 marcou o centenário da empresa poderia ter sido outro fator na mudança.

1950

1950

Esta atualização constituiu um avanço em vários aspectos quando apareceu pela primeira vez em 1940. Em primeiro lugar, os chifres do cervo’ estavam virados para a frente. A sua cauda estava virada para cima para se assemelhar ao cervo de cauda branca. E já não estava saltando sobre um tronco. As palavras "John Deere", agora com um tipo de letra mais espessa e com serifa quadrada, foram colocadas sobre o topo da cabeça e dos chifres do cervo. Um novo slogan - "Quality Farm Equipment" foi colocado em corpo tipográfico sans serif, acima do solo e embaixo do cervo. As palavras "Moline, Ill." também foram eliminadas: uma alteração há muito necessária, uma vez que a John Deere estava expandindo-se pelo mundo inteiro. A borda circundante foi modificada, transformando-se num formato com quatro lados planos e com os lados superior e inferior curvos para unificar e conter os elementos da marca registrada.

1956

1956

A versão de 1956 da marca registrada, que foi registrada em 1962, exigia novamente um design mais simples. O slogan "Quality Farm Equipment" foi eliminado. Nesse período, a John Deere estava estabelecida na indústria de equipamentos de construção, e os empreiteiros e lenhadores se familiarizaram com as máquinas amarelas e pretas que ostentavam o símbolo. Um raio foi acrescentado aos cantos da borda e uma leve curva foi acrescentada a todos os quatro lados da elipse. Pela primeira vez, as palavras "John Deere" foram colocadas por baixo do cervo saltando. O cervo permaneceu praticamente inalterado: pernas estendidas, chifres voltados para frente.

1968

1968

Um visual mais simples e contemporâneo marcou a mudança de 1968. Um memorando da empresa observou que “a nova marca comercial está em sincronia com o progresso sendo alcançado por todas as divisões da Empresa. Ela propicia melhor reprodução e leitura mais facilitada, aumentando as possibilidades de utilização”. A imagem do cervo ficou mais enxuta, mostrando uma silhueta reta e com apenas duas pernas, em oposição às quatro anteriores, além de chifre com quatro arestas. O logotipo "John Deere" foi alterado com uma versão modificada à mão baseada no tipo de letra Helvetica. A largura da borda da elipse foi reduzida e o tamanho do cervo no seu interior foi aumentado.

2000

2000

Em 2000, a John Deere revelou a evolução mais recente da marca registrada. Esta marca atualizada é fiel à forte herança da John Deere. Contudo, os chifres, os ângulos, a musculatura e a atitude reforçados proporcionam à marca registrada um toque enérgico e dinâmico. A logomarca da John Deere, Após ser conhecida por décadas como o "cervo saltando,” pela primeira vez está saltando para cima em vez de aterrissando.

Durante os anos, refinamentos nas marcas comerciais refletiram sobre o que era a empresa naquela época e o que ela viu como importante para seu futuro. A versão atual ilustra a determinação da John Deere em ser a principal empresa da indústria em todo o mundo, permanecendo simultaneamente fiel aos seus valores básicos de qualidade, inovação, integridade e empenho.