John Deere dá palestra sobre tendências em agricultura do futuro na Agrishow

Companhia apresenta tendência em agricultura de precisão na Arena do Conhecimento


Em poucas décadas, o Brasil passou de importador de alimentos para maior produtor de proteínas do mundo, chegando ao número recorde de 230 milhões de toneladas de grãos – um aumento de 25,1%, ou 44,3 milhões de toneladas, a mais do número da safra. O esforço dos produtores, somado à adoção de tecnologia – da ciência das sementes e insumos à mecanização – mudaram o panorama agrícola brasileiro.


A John Deere é conhecida por ter uma história na agricultura mundial marcada por apresentar grandes inovações tecnológicas, desde a invenção do arado autolimpante pelo próprio ferreiro John Deere até as atuais novidades em tecnologia embarcada e softwares de seus equipamentos. Diariamente, investe 4 milhões de dólares por dia em pesquisa e desenvolvimento, cujos resultados aparecem em seus produtos, serviços e qualidade da rede de parceiros.


Para compartilhar todas essas experiência e novidades tecnológicas e, principalmente, as tendências do que é o futuro do campo, Alex Foessel, diretor do Centro de Tecnologia e Inovação América Latina (LATIC) da John Deere, ministra palestra sobre “Agricultura de Precisão” no 1º Fórum Inovação, evento que ocorre dentro da Agrishow na quarta-feira (3/5), às 16h45, na Arena do Conhecimento.


Foessel, engenheiro com PhD em robótica e em tecnologias de sensores, explica que a tecnologia possibilita a integração da inteligência das máquinas com a inteligência humana, otimizando processos. “Hoje é possível aplicar o elemento correto, na medida certa, no lugar e no momento exato. Fazer isso significa utilizar todo o potencial de conectar as máquinas, a tecnologia, as pessoas, e a inteligência que tudo isso envolve para executar operações de forma eficiente e produzir mais, sem a necessidade de abrir novas áreas”, diz Alex Foessel. Ele explica ainda que, recentemente, a empresa inaugurou no país um Centro de Agricultura de Precisão e Inovação “exatamente para desenvolver ou adaptar as tecnologias para que os clientes brasileiros tenham mais produtividade”.


O agricultor hoje possui diversas fontes de informação para tomar as decisões agronômicas, a maioria em tempo real, para produzir mais e ter tudo sempre funcionando: dados das máquinas, da operação no campo, condições de solo e clima, mapas de produtividade, entre outros elementos.


Um exemplo das inovações da companhia em agricultura de precisão, que está disponível no estande da empresa na Agrishow, é o JD Link™, solução em tempo real para gerenciamento remoto de operações que permite que a rede de pós-vendas possa realizar diagnósticos à distância e monitorar alertas de manutenção preventiva.


Alex Foessel lembra ainda que a tecnologia está disponível para qualquer agricultor, independentemente do tamanho da propriedade e da cultura plantada. O executivo explica que as Soluções Integradas para Agricultura de Precisão e Pós-vendas da John Deere são baseadas na conexão das operações agrícolas, cujo principal resultado é gerar rentabilidade de forma sustentável ao cliente.


“Sabemos que a população mundial vai crescer muito em pouco tempo e a segurança alimentar é um dos grandes desafios globais. Para que a oferta de alimentos cresça, temos somente uma opção: utilizar a tecnologia em prol da agricultura. A via tecnológica possibilita a conexão e a precisão das operações agrícolas, o que gera alta produtividade e ainda por cima não agride o meio ambiente”, reforça Alex Foessel.


Serviço

Fórum Inovação – Agricultura de Precisão

Data: 3/5/2017

Horário: 16h45

Local: Agrishow - Rod. Prefeito Antônio Duarte Nogueira, km 231 – Ribeirão Preto (SP)