John Deere desenvolve soluções adequadas para pecuária

A pecuária brasileira tem crescido a cada dia. Em 2014, o PIB do agronegócio brasileiro cresceu 1,60%, sendo que o setor pecuário registrou alta de 6,92% e esse cenário positivo possibilita que os pecuaristas tenham um bom momento de produção e comercialização de seus produtos.


Atenta a esse mercado, a John Deere oferece ao setor agropecuário uma gama de equipamentos e soluções que garantem mais produtividade para alcançar os melhores resultados no pasto. As Enfardadoras 469 e 569 trabalham culturas de maior volume com mais eficiência e em menor tempo, pois possuem um recolhedor com rolo refletor que garante mais resistência e maior volume de material colhido. São produtos com fácil acesso de manutenção e 20% mais resistentes ao peso e pressão do fardo. Já a Forrageira Autopropelida John Deere 7380 traz maior eficiência na produção de silagem, com afiação automática, conforto e segurança incomparável.


Além disso, a John Deere também disponibiliza aos clientes deste segmento, a Enfardadora Prismática 338, que possui um coletor de perfil baixo selecionando até os materiais menores o que gera maior aproveitamento do que foi cortado. Seu sistema tem adequação do tamanho dos fardos e possui mecanismo de amarração dupla, o que possibilita trabalhar em diferentes condições de forragem. E completando, a Segadora Condicionadora 630 com desenho de corte modular, seis discos de corte rotativos, com facas reversíveis em cada um deles e ajuste da flutuação da barra de corte.


Neste contexto, para desempenhar diversas atividades no cotidiano agropecuário, como transporte de ração e deslocamento de fardos, a John Deere tem uma linha completa de tratores utilitários, que vão de 55 a 90 cavalos de potência e são direcionados aos pequenos e médios produtores. “Os modelos cabinados da Série 5E (5078E, 5085E e 5090E) foram desenvolvidos para atender a um pedido do pecuarista que está em busca de mais tecnologia e conforto para garantir mais produtividade, com a agilidade dos utilitários, em qualquer condição climática”, explica Marcos Balsan, especialista de produtos Tratores da John Deere Brasil.


Ainda da Série 5E, a John Deere oferece os modelos 5055E, 5065E e 5075E, que têm manutenção de rotina simples e são os mais econômicos da categoria. Outra vantagem é que esses modelos podem ser financiados pelo programa Mais Alimentos, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, e por programas estaduais de incentivo à aquisição de máquinas agrícolas.


iLPF: chave para uma agricultura mais sustentável


A John Deere mantém uma parceria com a Embrapa para o fomento do sistema iLPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta). A Rede de Fomento ao iLPF foi concebida a partir dos compromissos de redução de gases de efeito estufa assumidos pelo Brasil na COP15, com o objetivo de apoiar e promover a transferência da tecnologia da integração lavoura-pecuária-floresta para os produtores rurais, visando aumentar a renda das propriedades de forma sustentável.


As principais atividades apoiadas pela Rede de Fomento estão ligadas às ações de transferência de tecnologia através da difusão das melhores práticas de integração. Existem cerca de 200 Unidades de Referência Tecnológica (URT) espalhadas pelo o Brasil, que servem para testar a tecnologia e difundi-las no seu entorno.


Além das atividades de implantação, condução e acompanhamento das Unidades de Referência Tecnológica (URTs) a rede também apoia a realização de palestras, cursos, workshops, seminários e dias de campo, tudo com o intuito de fomentar a adoção dos sistemas de integração em diversas regiões do país. São centenas de eventos realizados por ano para propiciar a troca de informações entre os técnicos e os produtores que desejam adotar a integração. Um ótimo exemplo destes eventos é o dia de campo da Fazenda Santa Brígida, em Ipameri (GO), que já está em sua 9ª edição e se tornou uma referência nacional e internacional no desenvolvimento da integração lavoura-pecuária-floresta.


Abril, 2015.