Notícia   07 de Novembro de 2017

Alfredo Miguel debate sobre conectividade no campo

A John Deere esteve no Seminário de Planejamento Estratégico Empresarial, promovido em outubro pela Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA), que faz parte da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). A companhia foi representada por Alfredo Miguel, diretor de Assuntos Corporativos. O encontro teve o objetivo de debater assuntos relevantes para o setor agrícola, com a participação de grandes nomes do mercado. Alfredo participou de um debate sobre a internet das coisas na mecanização agrícola com Maurício Antônio Lopes, presidente da Embrapa; José Veloso, presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ); e Marcus Tessler, presidente da Câmara Setorial de Equipamentos de Irrigação (CSEI), da ABIMAQ.

 

Para Alfredo, as novas tecnologias do campo dependem da disponibilidade de conexão nas áreas rurais de forma acessível a todos os produtores – afinal, o custo para isso hoje é muito elevado, o que torna parte das soluções disponível apenas para poucos. “As tecnologias atuais e futuras dependerão da existência de conectividade nas áreas rurais para que possam ser maximizadas pelo produtor”, afirma.

 

Além disso, esse é um passo fundamental para a aplicação da inteligência artificial no campo. “Já somos capazes de coletar dados importantes sobre o funcionamento da máquina e integração entre equipamentos. Muito brevemente, a inteligência artificial virá para interpretar esses dados e fazer sugestões ao produtor para facilitar suas decisões. Ou seja: hoje, a máquina coleta dados, mas não os interpreta; no futuro, ela vai decidir os próximos passos”, afirma Alfredo.

 

O diretor ressalta ainda que a John Deere foi a primeira empresa no mundo a criar um veículo autônomo – que será comercializado em breve – e que a companhia está, de forma pioneira, verificando a possibilidade de estabelecer parcerias com o governo a fim de viabilizar projetos de melhoria na conectividade no campo para o pequeno, médio e grande produtores.​