Notícia   10 de Agosto de 2017

Presidente da John Deere entrega prêmio Norman Borlaug para João Kluthcouski, criador da ILPF

Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil e vice-presidente de Marketing e Vendas da companhia para a América Latina, foi o responsável pela entrega do Prêmio Norman Borlaug ao pesquisador da Embrapa, João Kluthcouski, uma homenagem concedida pela Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) durante o 16° Congresso Brasileiro do Agronegócio, realizado nesta segunda-feira (7/8), em São Paulo (SP).

 

Conhecido por João K, o agrônomo e pesquisador da Embrapa Cerrados dedicou a vida para o estudo do manejo de solos e de sistemas de produção, sendo um dos responsáveis pela criação e difusão da Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), sistema que reúne diversos ativos em uma mesma área produtiva, mitigando riscos econômicos e preservando o meio ambiente.

 

"Esse prêmio é muito especial e qualquer um gostaria de receber na vida. Norman Borlaug foi um grande pesquisador em agricultura em muitos países, especialmente a tropical e no incentivo à Embrapa. O João é um criativo, um homem que passou a vida para fazer a pesquisa do laboratório até o campo, criando inovações revolucionárias, como introduzir braquiárias nas lavouras, entre outras integrações sistêmicas. Ninguém melhor para receber o prêmio que ele, que é a cara da nossa agricultura tropical", disse Paulo Herrmann.

 

Paranaense de Apucarana, João Kluthcouski formou em agronomia pela Universidade Federal de Pelotas, em 1973, além de ter concluído seu mestrado pela Missisippi State University (1977) e doutorado pela Universidade de São Paulo (1998). Atua na Embrapa desde 1974.

 

"Sou da época que o Brasil importava alimentos, coisa de poucas décadas. A pesquisa do Norman Borlaug deu início para o desenvolvimento agrícola que transformou o País. Daí foram diversas revoluções no campo, pelas mãos de diversos personagens. Um dia resolveram reunir todas as revoluções, que é a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, quando é possível fazer quatro safras em 12 meses, dependendo do clima. A integração é um universo de opções e novidades não param, como introduzir girassol no sistema. Por isso tudo tenho orgulho de ser brasileiro e fazer parte do deste agronegócio forte de hoje", falou João K.

 

Com o tema "Reformar para competir", o Congresso da ABAG reuniu lideranças do agronegócios, políticos, produtores rurais e pesquisadores para debater o futuro e as perspectivas do agro brasileiro e contou com palestras sobre modernização trabalhista e reforma tributária.

João Kluthcouski, com o troféu ao centro, ao lado de Paulo Herrmann (à esquerda) e demais representantes do evento. (Foto: Gerardo Lazzari)

João Kluthcouski, com o troféu ao centro, ao lado de Paulo Herrmann (à esquerda)