Releases   Dezembro 03, 2015

Samuel Allen’ presidente global da John Deere’é eleito CEO do Ano

Sam Allen durante a cerimônia de reconhecimento. (Foto: Divulgação)

Sam Allen durante a cerimônia de reconhecimento. (Foto: Divulgação)

O executivo, chairman e CEO da Deere & Company, foi reconhecido pelas ações globais ao longo da carreira no prêmio Thurgood Marshall College Fund

A instituição norte-americana Thurgood Marshall College Fund (TMCF), conhecida por suas ações de altruísmo e filantropia, nomeou na última semana o Presidente e CEO da Deere & Company, Samuel R. Allen, como CEO do Ano 2015. O prêmio foi concedido na cerimônia de gala anual da organização realizada em Washington (DC), em um evento que contou com a participação de mais de 1.500 colaboradores, estudantes universitários e convidados especiais. O TMCF concede bolsas de estudos para instituições de ensino que promovam o ensino de negros como forma de inclusão social e educativa.

O prêmio recebido por Allen é uma homenagem anual dada a um executivo que tenha realizado contribuições sociais significativas em sua Companhia – principalmente promovendo igualdade de oportunidades para homens e mulheres. A premiação é inspirada na atuação do Magistrado Thurgood Marshall, advogado norte-americano afrodescendente conhecido pela defesa dos direitos civis nos Estados Unidos e falecido em 1991.

Em seu discurso de aceitação, Allen agradeceu a honraria e o dividiu com todos os funcionários da empresa no mundo. "Obrigado por conceder esta honra não só para mim, mas também para os quase 60 mil funcionários da John Deere. Estamos extremamente orgulhosos de termos ganho este prêmio. Faremos o nosso melhor para diariamente merecê-lo", disse.

O executivo recebeu o prêmio das mãos do parlamentar Bruce Westerman, que frisou que o mérito de Samuel Allen foi sempre apoiar incondicionalmente o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação – além de criar oportunidades para os colaboradores da John Deere a desenvolverem suas carreiras.

"Ao longo de seus 40 anos de serviço na John Deere, Samuel Allen provou seu compromisso com o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia e seu comprometimento com a diversidade através do apoio a iniciativas globais da empresa, como o programa “Inspire” da John Deere. E não podemos deixar de citar o compromisso de Allen com a filantropia, através da Fundação John Deere, braço social da empresa que promove o bem-estar em todo o mundo", disse Westerman. "Seu compromisso com os funcionários e desenvolvimento de lideranças, principalmente por meio da Universidade John Deere, torna Samuel Allen o tipo de modelo a quem nossos alunos devem se espelhar para planejar suas carreiras, bem como promover melhorias em seus locais de trabalho", disse o congressista ao entregar a premiação.

Na noite de premiação, o Thurgood Marshall College Fund reconheceu também outros quatro executivos por seus projetos de liderança. Os homenageados deste ano incluíram John Brennan, diretor da Agência Central de Inteligência; Daymond John, fundador e CEO da FUBU e coestrela do filme Shark Tank; Thomas Cole, parceiro e ex-presidente da comissão executiva para o escritório de advocacia Sidley Austin; e David Hall, presidente da Universidade das Ilhas Virgens. Formando líderes do amanhã

O prêmio Thurgood Marshall College Fund foi o encerramento de uma jornada de quatro dias batizada de “Desenvolvendo mentes... Entregando sonhos”, que contou com série de eventos voltados para cerca de 400 jovens estudantes que fazem parte de faculdades e universidades que historicamente possuem alunos negros em seus quadros. A proposta do Thurgood Marshall College Fund é ajudar alunos a ter uma educação universitária de qualidade a um custo acessível, além de desenvolver a capacidade de lideranças dos estudantes e conectá-los a boas oportunidades de emprego.

A jornada estudantil deste ano contou com palestras de Aaron Wetzel, vice-presidente da plataforma global Crop Care da John Deere, e Marc Howze, vice-presidente de Recursos Humanos e Comunicações para Funcionários da empresa. Além das lideranças da John Deere, os alunos também tiveram a oportunidade de ouvir líderes de outras empresas globais, como Apple, Wal-Mart e Wells Fargo.

Em sua fala aos alunos, Wetzel explicou aos alunos que a John Deere possui uma história marcada por apresentar aos clientes a próxima geração de tecnologia, que faz com que a companhia seja mundialmente reconhecida como altamente inovadora. O executivo frisou que, tal qual a indústria faz diariamente, os alunos devem procurar maneiras de inovar em suas vidas cotidianas.

"A nova fronteira tecnológica da produção agrícola é a utilização de tecnologias de agricultura de precisão. é por meio de inovações que aliam tecnologia e produtividade a fim de satisfazer as necessidades globais por alimentos", disse. Em seu recado final, o executivo frisou: "esta é uma jornada que vamos seguir evoluindo e inovando cada vez mais e, para isso, iremos precisar que as melhores e mais brilhantes mentes se juntem a nós neste desafio".

Já Marc Howze explicou aos estudantes que o diferencial da John Deere em relação a outras empresas está ligado à missão da companhia, que é atender a crescente demanda por alimentos, combustíveis, habitação e infraestrutura em todo o mundo por meio do fornecimento de serviços e produtos avançados.

"Eu não desperto todas as manhãs para vender água com açúcar. Eu não desperto todas as manhãs para ver o que mais eu posso vender aos clientes na fila do caixa. Acordo todas as manhãs tentando descobrir maneiras melhores para alimentar, vestir e abrigar o mundo", finalizou Howze.