RELEASES   Agosto 13, 2015

John Deere comemora 50 anos da 1ª colheitadeira produzida no Brasil

Evento contou com a presença do CEO da Deere & Company

O ano de 2015 marca um fato histórico muito importante para a agricultura brasileira e para a história da John Deere no Brasil. Há 50 anos, foi lançada a primeira colheitadeira autopropelida do país, quando foi montado o modelo SLC 65-A, em Horizontina (RS). O equipamento, produzido pela empresa gaúcha Schneider Logemann & Cia Ltda, era inspirado no modelo 55 da John Deere – uma das mais avançadas máquinas de então.

E para comemorar este feito, a John Deere realizou um evento especial em Horizontina nos dias 5 e 6 de agosto, que contou com a presença de Sam Allen, CEO da Deere & Company que esteve no Brasil especialmente para o evento e o lançamento da expansão da linha de tratores, realizado no dia anterior (4) na fábrica de Montenegro (RS).

As celebrações em Horizontina contaram com aproximadamente 1.500 pessoas e foram realizadas na fábrica de colheitadeiras da John Deere. No primeiro dia, os homenageados foram os clientes e concessionários, que conferiram o pronunciamento de Jim Field, presidente da Divisão Agrícola da Deere & Company, Gladimir Ames, gerente da unidade de Horizontina, fábrica de colheitadeiras da John Deere Brasil e Luiz Rohde, diretor financeiro da John Deere.

Na ocasião, foi feita a entrega de medalhas comemorativas para os presentes, seguido de um jantar de confraternização e show do grupo do Centro de Tradições Gaúchas (CTG). “É um momento não só de celebração, mas também de reencontro daqueles que fizeram parte desta história”, ressaltou Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil e vice-presidente de Vendas e Marketing da América Latina.

Já no segundo dia de comemoração, foi realizada uma cerimônia na fábrica que contou com a presença dos funcionários, autoridades, lideranças da empresa, clientes, concessionários e ex-diretores. Houve uma visita à fábrica e exibição do histórico dos 50 anos, seguido de um pronunciamento de Paulo Herrmann e homenagem a Daniel Holembach Filho (in memoriam) - cliente que adquiriu a primeira colheitadeira autopropelida – que foi representado por sua neta, Marleni Holembach.

Também foram congratulados os ex-diretores da SLC Martin Mundstock, Romeu Schneider (representado por Felipe Schneider), Jorge Kruel, Eduardo Logemann e Jorge Logemann pelo pioneirismo, visão de negócios e contribuição efetiva na trajetória e desenvolvimento da agricultura brasileira. “Os líderes foram fundamentais para nos ajudar a integrar com sucesso a fábrica de Horizontina e acelerar o nosso crescimento em toda a região”, salientou Sam Allen. O evento também marcou um momento de muita emoção ao homenagear Alírio Schuler, funcionário há 48 anos da John Deere e que acompanhou de perto toda a história e evolução da empresa no Brasil.

Trajetória

A primeira colheitadeira autopropelida do Brasil foi montada exatamente no dia 5 de novembro de 1965. Na época, as colheitadeiras eram importadas e havia a necessidade da fabricação local. A Schneider Logemann vislumbrou essa oportunidade e foi pioneira. Sempre visionária e buscando expandir seu know-how tecnológico, em 1979 a Schneider Logemann vendeu 20% de suas ações à John Deere e nesse momento foi criada a SLC S.A. Industria e Comércio.

Em 1983 lançou o modelo de colheitadeiras 6200, trazendo a tradicional cor verde e amarela com a tecnologia da líder mundial em equipamentos agrícolas. Já em 1984 foram lançadas as plantadeiras. Em 1996, a John Deere adquiriu mais 20% do capital da SLC, e com isso, a razão social passou a ser SLC John Deere S.A. e também começaram a fabricar tratores no Brasil. Alguns anos mais tarde, em 1999, a John Deere adquiriu o controle total da SLC e em 2001 a marca foi mundialmente incorporada no país, quando todos os equipamentos produzidos passaram a ter oficialmente o nome John Deere.