John Deere Inicia Uma Nova Era Em Máquinas De Construção No Brasil

Após uma história de mais de 30 anos de sucesso no fornecimento de soluções e máquinas agrícolas ao mercado brasileiro, a John Deere deu início na M&T Expo 2012 - Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração, realizada de 29 de maio a 2 de junho em São Paulo, às suas operações dedicadas aos equipamentos para construção. Com o bom momento econômico vivido pelo Brasil e as previsões de investimento em infraestrutura, a empresa, que já havia anunciado a entrada neste mercado no segundo semestre de 2011, começa agora a trazer aos clientes do País as mais modernas tecnologias em máquinas para construção.


Dentre as opções oferecidas, estão as linhas de retroescavadeiras, pás-carregadeiras e escavadeiras. Estas máquinas passam a ser produzidas no Brasil no final de 2013, quando a construção das fábricas estiver concluída. Além destes equipamentos, a empresa manterá a importação de uma linha abrangente e completa de motoniveladores e tratores de esteiras.


Os investimentos para construção de duas novas fábricas no Brasil, uma delas em parceria com a Hitachi Construction Machinery, foram anunciados no final de 2011. O investimento total será de aproximadamente US$ 180 milhões, dos quais US$ 124 milhões serão investidos apenas pela Deere e, o restante pela Hitachi. Uma das fábricas será de propriedade exclusiva da Deere e fabricará retroescavadeiras e pás-carregadeiras de quatro rodas. A outra, em parceria com a Hitachi, fabricará escavadeiras. Ambas estão em fase de construção em Indaiatuba (SP), onde está a sede regional da John Deere na América Latina.


“O Brasil é um dos mercados para equipamentos de construção que mais crescem no mundo”, disse Samuel Allen, CEO da Deere & Company. “O início efetivo de nossas atividades no Brasil e das importações das máquinas enquanto as fábricas estão sendo construídas representa mais um passo decisivo na nossa estratégia de atender clientes de equipamentos de construção nos principais mercados do mundo”, afirmou.


O CEO destacou ainda a importância desses investimentos não apenas para o crescimento dos negócios da empresa no Brasil mas, também, para o desenvolvimento do País: “A John Deere está presente no Brasil há mais de 30 anos, levando novas tecnologias aos agricultores brasileiros, auxiliando-os a aumentar sua produtividade e a consolidar o papel do País como um dos principais celeiros do mundo. Para nós, é um grande orgulho ingressar neste novo segmento, levando essa mesma tecnologia de ponta para o setor de construção, contribuindo para o crescimento de uma das principais economias mundiais”.


“Nós vemos oportunidades significativas de negócio para nossos equipamentos de construção nesta região. Acreditamos que a Deere pode usufruir de toda a estrutura e do conhecimento”, afirmou Michael Mack, presidente da Divisão Global de Construção e Florestal da John Deere. “O Brasil se mantém em um ambiente positivo, de grande crescimento e investimento em infraestrutura, dando-nos a confiança necessária para expandir o negócio de construção por meio desses investimentos”, completou.


A empresa está trabalhando no estabelecimento de uma rede de distribuição para vender os equipamentos e fornecer serviços de manutenção, similar à respeitada organização de concessionários de equipamentos de agricultura da John Deere. A Deere já tem uma forte presença no Brasil, abastecendo os mercados de máquinas de agricultura e florestal, com três fábricas de equipamentos de agricultura, um Centro de Distribuição de Peças para a América do Sul, um banco operado pelos Serviços Financeiros John Deere e uma unidade da John Deere Water, uma das maiores empresas de irrigação do mundo.


As fábricas podem vir a ter uma força de trabalho de mais de 600 funcionários, dependendo da demanda do mercado pelos produtos. Empregos indiretos também serão criados pelos fornecedores e outras empresas que fornecem serviço às fábricas.


A Deere e a Hitachi já possuem um empreendimento conjunto nos Estados Unidos no qual produzem escavadeiras e têm um acordo de marketing para as Américas. As vendas e receita da Deere & Company alcançaram U$ 32 milhões no ano fiscal de 2011.


Copyright © 2014 Deere & Company. Todos os direitos reservados.